Pular para o conteúdo

Curiosidade: A história da panela de pressão está ligada ao alpinismo

Mas porquê a relação com o alpinismo?
A baixa pressão atmosférica verificada no alto das montanhas comparada com o nível do mar tinha como consequência imediata baixar o ponto de ebulição da água, o que, criava uma extrema dificuldade na confecção dos alimentos e uma enorme morosidade no processo, a que não ajudavam as severas condições climáticas.

Foi assim que se surgiu a necessidade de se criar uma forma de se conseguir igualar em altas altitudes a mesma pressão atmosférica existente nas terras baixas. Concluiu-se que para se atingir esse objetivo era necessário criar nas panelas condições para que a água fervesse a 100 graus ou mais, condições essas que só seriam possíveis se a panela fosse completamente vedada. Com uma panela hermética o vapor da água iria aumentar a pressão no seu interior, aumentando simultaneamente o ponto de ebulição.

Chegado o ano de 1679 o físico francês Denis Papin, apoiado neste princípio, criou um utensílio que segundo ele próprio referiu, “amolecia os ossos e cozia rapidamente as carnes mais duras”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *